Postagens

Você já ouviu falar de piroforicidade?

Imagem
A piroforicidade é uma característica que indica se um determinado material o objeto tem ou não propensão de ser incendiário ao reagir com o ambiente que está. Nem todos os materiais que são potencialmente inflamáveis aparentam mas, dependendo do ambiente em que estão, podem entrar em combustão espontânea quando expostos a coisas simples, como água e o ar, tornando-os perigosos.
Metais leves, seja em estado sólido ou em pó, como o lítio, magnésio, urânio e alumínio, são materiais piróficos. Eles são considerados incêndios de classe D e são extremamente perigosos e com elevado grau de dificuldade de controle. Para o controle, podem ser usados extintores de Classe D, que possui um pó químico especial ou com o uso de areia.

5 dicas para fazer seu EPI durar mais tempo

Imagem
Tão importante quanto usar os Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs), é saber como fazer a manutenção deles corretamente (principalmente de acordo com as normas reguladoras). Por isso, hoje vamos mostrar algumas dicas de como fazer os EPIs durarem mais. Confira:
- Sempre utilize sabão neutro para lavar os equipamentos;
- Sempre coloque os EPIs para secar na sombra, já que o calor pode danificar o material do equipamento e causar rachaduras;
- Nunca guarde os equipamentos sem estarem totalmente secos. O equipamento úmido pode gerar bactérias e danificar o produto;
- Retire seu equipamento de segurança com cuidado para não danificá-lo;
- Preferencialmente, retire o equipamento na seguinte ordem: viseira, avental, camisa, capacete, botas, calça, luvas e, por fim, máscara.

Treinamentos podem evitar acidentes!

Imagem
Em sua empresa, todos os colaboradores sabem exatamente como exercer suas atividades da forma mais segura e consciente possível? Se você está em dúvida da resposta, seus funcionários podem estar correndo um grande risco!
Uma forma efetiva de orientar cada trabalhador são os treinamentos de segurança.
Esse tipo de curso tem como objetivo capacitar colaboradores, ensinar procedimentos de segurança, dar instruções de como agir em casos de emergência, mostrar como utilizar cada equipamento de segurança pessoal e evitar acidentes de trabalho. Além de tudo isso, o treinamento pode servir como uma forma de engajar os colaboradores!
O resultado? Menos acidentes de trabalho, mais segurança e bem-estar para seus funcionários!

PCMSO e PPRA - Tem diferença?

Imagem
Apesar de muito parecidos, esses dois itens da norma regulamentadora do Ministério do Trabalho têm diferenças que são muito importantes para a saúde do trabalhador.
PCMSO A sigla significa Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional e faz parte das iniciativas governamentas que visam a saúde do trabalhador no ambiente de trabalho. A norma tem como objetivo prevenir, monitorar e controlar os possíveis danos à saúde no trabalho. Também é sua função a identificação prévia de doenças relacionadas à função e ao ambiente. Ou seja, o PCMSO, tem como característica a prevenção. É rastrear, diagnosticar e prevenir os possíveis problemas com antecedência, antes que ocorram agravantes à saúde.

PPRA A sigla significa Programa de Prevenção de Riscos Ambientais e também faz parte das normas de saúde do trabalhador. A PPRA também cuidará da saúde no ambiente de trabalho, mas, diferente do PCMSO, não somente vai visar a segurança e proteção do trabalhador, mas também do meio ambiente.
Muitos ambien…

EPI e EPC: Tem diferença?

Imagem
Existem variados tipos de equipamentos para proteção do trabalhador e que possuem diferentes finalidades, sempre com o objetivo de preservar a saúde do trabalhador.
Há dois grupos de equipamentos de proteção: - os EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual); - os EPC’s (Equipamentos de Proteção Coletiva).
Os EPI’s visam a proteção individual. São equipamentos que apenas o trabalhador irá usar. São eles:
- Proteção para cabeça: capacete, capuz; - Proteção ocular e facial: óculos, máscaras; - Proteção auditiva: protetor auricular, abafadores; - Proteção respiratória: respirador; - Proteção do tronco: coletes; - Proteção para membros superiores: luvas, braçadeiras; - Proteção para membros inferiores: botas, calças.
Já os EPC’s também visam a proteção, mas eles focam no bem-estar e segurança coletivos. Eles serão utilizados não apenas por um indivíduo, como no caso dos EPI’s, mas sim por todo o corpo de trabalho. Os EPC’s podem ser fixos ou móveis.
São Equipamentos de Proteção Coletiva:
- Cones; - Fi…

Uso de máscara e a proteção respiratória

Imagem
Alguns perigos do ambiente de trabalho não são vistos: são sentidos. Os problemas respiratórios que ocorrem no ambiente de trabalho, por exemplo, são causados por produtos químicos, resíduos de poeira, gases tóxicos, que podem irritar e prejudicar a capacidade do pulmão e vias respiratórias.
Em toda prática de trabalho com algum nível de periculosidade ou insalubridade relacionada ao ar é recomendado o uso de máscaras. Para cada tipo de ambiente e poluente, há um tipo de máscara indicado.
Há duas classes de máscaras respiratórias: as purificadoras de ar e as fornecedoras de ar, que podem ser semifacias ou abranger o rosto todo.
Máscaras semifacias descartáveis Cobrem o nariz e a boca e devem estar bem ajustadas ao rosto. Elas costumam ser usadas para a proteção de resíduos de baixa concentração.
Máscaras semifaciais reutilizáveis Apesar de também cobrirem a boca o nariz, elas são usadas para vapores e gases. Possuem um filtro que pode ser trocado a cada uso da máscara.
Máscaras faciais …

Capacetes: o que cada cor significa?

Imagem
Que o capacete é um equipamento de proteção indispensável, não há dúvidas. Mas você sabia que é possível encontrá-lo em várias cores? Isso acontece porque em muitas empresas suas cores servem para fazer diferenciação entre os profissionais. Se isso é novidade para você, hoje nós te ajudamos a entender o que cada cor significa na maioria das empresas:
Capacete branco/cinza: Usado, normalmente, por: mestre de obras, engenheiros, técnicos, estagiários e encarregados em geral.
Capacete azul: Usado, normalmente, por: pedreiros de obra.
Capacete vermelho: Usado, normalmente, por: bombeiros.
Capacete laranja: Usado, normalmente, por: eletricistas.
Capacete marrom: Usado, normalmente, por: carpinteiros.
Capacete preto: Usado, normalmente, por: operador de máquinas.
Capacete amarelo: Usado, normalmente, por: visitantes.
A Zimmex disponibiliza várias cores de capacetes. Faça seu orçamento: http://zimmex.com.br/produtos/equipamento-de-protecao-individual-(-epi-s)/protecao-para-cabeca/